10,11 Epoxido Carbamazepina, soro

Outros nomes:

10 11 Epóxido Carbamazepina, pesquisa e dosagem no sangue

Carbamazepina, 10 11 Epóxido, pesquisa e dosagem no sangue

Orientações necessárias

- O cliente precisa estar pelo menos há cinco dias com dosagem estável da medicação. - A coleta tem de ser feita pouco antes do horário habitual de uso da medicação ou, quando existir suspeita de intoxicação, a qualquer tempo. - O nome do medicamento e o horário da última dose tomada devem ser informados ao Fleury no dia do exame.

Processamento e adequação da amostra

- Anotar horário de coleta; - Centrifugar a 2200 G por 10 minutos a 18º C; - Aliquotar 1 mL de soro em tubo seco; - Enviar à seção, em temperatura ambiente; - Soro, volume ideal: 1,0 mL; volume mínimo: 0,5 mL. Estabilidade da amostra Temperatura ambiente: 1 dia; Refrigerada(2 - 8ºC): 7 dias; Congelada(-20ºC): 30 dias.

Método

- Cromatografia líquida de alta eficiência (HPLC).

Valor de referência

- Nível terapêutico: -- 10,11 Epóxido Carbamazepina: 0,2 a 2,0 µg/mL. -- Carbamazepina: 5 a 12 µg/mL.

Interpretação e comentários

- Esse exame, que dosa simultaneamente a carbamazepina e a carbamazepina-10,11-epóxido, é útil para avaliar indivíduos que fazem uso de carbamazepina e que apresentem sintomas de intoxicação, tais como sonolência, ataxia e diplopia, mesmo na presença de níveis adequados da substância no soro. Farmacologicamente ativo, a carbamazepina-10,11-epóxido é o principal metabólito da carbamazepina e o maior responsável por sua toxicidade. Há evidências de que ele responda também por seus efeitos teratogênicos.

Cobertura de convênios

Para informações sobre cobertura de convênio, consulte nossa página de Convênios ou ligue para nossa Central de Atendimento pelo telefone: (21) 2266-8989

Preços e Pagamento Particular

A Clínica Felippe Mattoso oferece parcelamento em até 10x sem juros (parcela mínima de R$ 50,00).

Não possui cadastro? Cadastre-se já!

Entre em contato com a nossa Central de Atendimento e agende seu exame: 

(21) 2266-8989