Adenovírus, detecção quantitativa do DNA por PCR, Vários Materiais

Outros nomes:

Quantificação de adenovírus

PCR para adenovírus

Carga viral para adenovírus

Orientações necessárias

- O cliente deve apresentar documento de identidade (RG). - Não é necessário preparo para este exame. - Este exame pode ser realizado em lavado broncoalveolar, lavado de nasofaringe, raspado de material do trato respiratório, plasma e urina. - Na urina - O material deve ser colhido em frasco estéril sem conservante. A análise não é efetuada em urina de 24 horas. - Amostras não colhidas no Fleury devem permanecer refrigeradas e ser entregues em até 48 horas após a coleta. - No lavado broncoalveolar - O Fleury não realiza coleta de lavado broncoalveolar (broncoscopia), mas analisa amostras colhidas pelo próprio médico-assistente ou por hospitais, desde que sejam entregues até em 12 horas após a coleta, se mantidas em temperatura ambiente, ou em até 24 horas, se refrigeradas.

Processamento e adequação da amostra

1. Plasma - Centrifugar a 2200 g por 10 minutos a 18 ºC. - Aliquotar 1 mL de plasma em tubo plástico estéril. - Congelar a -20 ºC. - Estabilidade da amostra: Temperatura ambiente: 48 horas Refrigerada (2-8ºC): 7 dias Congelada (-20ºC): 30 dias 2. Urina - Não Centrifugar - Enviar amostra isolada de urina de, no mínimo,1 mL, em frasco estéril, refrigerada. - Estabilidade da amostra: Temperatura ambiente: 48 horas Refrigerada (2-8ºC): 7 dias Congelada (-20ºC): 30 dias 3. Lavado broncoalveolar, lavado de nasofaringe e raspado de material do trato respiratório. - Não Centrifugar - Enviar mínimo de 1 mL de lavado broncoalveolar ou de nasofaringe, em frasco estéril. - Acondicionar a amostra de cada cliente em sacos plásticos separados, ou seja, não colocar amostras de pacientes diferentes no mesmo saco plástico, pois se houver algum vazamento, poderá ocorrer contaminação de uma amostra com a outra. - As amostras devem ser enviadas à Seção de Biologia Molecular refrigeradas, preferencialmente em até 24 horas. - Estabilidade da amostra: Temperatura ambiente: 48 horas Refrigerada (2-8ºC): 7 dias Congelada (-20ºC): 30 dias NÃO SERÃO ACEITAS AMOSTRAS QUE ESTIVEREM VAZADAS

Método

- Reação em Cadeia da Polimerase em tempo real (PCR em tempo real).

Valor de referência

-URINA: Limite de detecção e Quantificação: 1000 cp/mL - LAVADO BRONCOALVEOLAR, LAVADO DE NASOFARINGE, RASPADO DE MATERIAL DO TRATO RESPIRATÓRIO, PLASMA: Limite de detecção e Quantificação: 400 cp/mL.

Interpretação e comentários

- Infecções por adenovírus são muito frequentes na população brasileira já na faixa etária pediátrica. As apresentações clínicas variam bastante , desde quadros pouco significativos até quadros bastante graves a, que se manifestam com sintomas respiratórios, gastrointestinais, conuntivite. Pacientes imunossuprimidos, em geral que fizeram transplantes de órgãos sólidos ou de células-tronco hematopoéticas, tendem a ter apresentações clínicas mais exuberantes, podendo apresentar quadros disseminados, meningoencefalites cistite hemorrágica e outras lesões de órgáo-alvo. Contudo, existem inúmeras infecções com curso clínico semelhante, de forma que o estabelecimento do diagnóstico definitivo depende da detecção do DNA viral nas amostras clínicas. Como a doença é prevalente na população geral, há necessidade de técnicas moleculares quantitativas para a interpretação adequada dos resultados encontrados.

Cobertura de convênios

Para informações sobre cobertura de convênio, consulte nossa página de Convênios ou ligue para nossa Central de Atendimento pelo telefone: (21) 2266-8989

Preços e Pagamento Particular

A Clínica Felippe Mattoso oferece parcelamento em até 10x sem juros (parcela mínima de R$ 50,00).

Não possui cadastro? Cadastre-se já!

Entre em contato com a nossa Central de Atendimento e agende seu exame: 

(21) 2266-8989