Antibiograma para fungos, quantitativo, Vários Materiais

Outros nomes:

ANTIBIOGRAMA QUANTITATIVO P/FUNGOS

Antifungigrama quantitativo

CANDIDA, ANTIBIOGRAMA QUANTITATIVO

FUNGOS, ANTIBIOGRAMA QUANTITATIVO

MIC para fungos

Antibiograma para fungos, quantitativo

Processamento e adequação da amostra

Este exame se aplica à Candida isolada em materiais nobres ou sítios estéreis, tais como sangue, lavado broncoalveolar, cateter, liquor e líquidos pleural, sinovial, pericárdico e de diálise. - Para outros materiais, abrir ANTIBFUN. No entanto, quando o médico solicitar teste de sensibilidade (ou antifungigrama) por concentração inibitória mínima (CIM), abrir FUNGMIC3.

Método

Microdiluição em caldo ou fita gradiente

Valor de referência

- Não aplicável.

Interpretação e comentários

-O teste de sensibilidade para fungos realizado por microdiluição permite a mensuração da concentração inibitória mínima (CIM) de um determinado antifúngico, ao seja, a menor concentração do fármaco que inibe o crescimento do microrganismo em teste. A determinação da CIM é um exame importante para o tratamento adequado e acompanhamento terapêutico das infecções fúngicas invasivas, As principais indicações dos testes de suscetibilidade de leveduras a antifúngicos incluem: -- infecção da corrente sanguínea por Candida (candidemia) -- avaliação de alternativas terapêuticas em casos de candidíase recorrente com má resposta ao fluconazol; -- indivíduos neutropênicos com infecção fúngica; -- estudo de amostras de Candida glabrata, C. krusei e C. lusitaniae, que são usualmente resistentes ou apresentam sensibilidade dose-dependente aos azólicos. Neste teste de susceptibilidade, podem ser testados os seguintes antifúngicos: anfotericina B, anidulafungina, caspofungina, fluconazol, itraconazol, ketoconazol, micafungina, posaconazol, voriconazol. É importante ressaltar que alguns antifúngicos testados (além do fluconazol), que possuem espectro de ação mais amplo costumam ter seu papel reservado para uso hospitalar, principalmente pela limitação da administração por via endovenosa, como as equinocandinas (micafungina, anidulafungina, caspofungina). As drogas testadas podem variar de acordo com o agente isolado, considerando as características de resposta terapêutica de cada agente.

Orientações necessárias

I - Informações sobre o exame - O exame é realizado quando a solicitação médica indica determinação de concentração inibitória mínima (CIM), sensibilidade por técnica de microdiluição ou antifungigrama quantitativo em cultura de materiais nobres, tais como sangue, lavado broncoalveolar, cateter, liquor e líquidos pleural, sinovial, pericárdico e de diálise peritoneal com crescimento de Candida, Criptococcus e outros gêneros de leveduras de importância clínica. Este teste é aplicável também a alguns tipos de fungos filamentosos de importância clínica, ou seja, causadores de infecções invasivas, mas a assessoria médica deverá ser acionada para autorizar a realização do teste. Contudo, não há possibilidade de fazer o teste quando a cultura para fungos é negativa. - Neste teste de susceptibilidade podem ser testados os seguintes antifúngicos: anfotericina B, anidulafungina, caspofungina, fluconazol, itraconazol, micafungina, posaconazol e voriconazol. As drogas testadas podem variar de acordo com o agente isolado, considerando as características de resposta terapêutica de cada antifúngico. - Apesar de somente o fluconazol ser testado na urina de forma rotineira de forma qualitativa, o teste de sensibilidade quantitativo pode ser realizado sempre que o médico pedir a determinação da CIM. - O teste pode ser solicitado juntamente com a cultura para fungos ou, então, ser incluído no prazo máximo de dez dias após o isolamento da cepa no laboratório. Neste último caso, é importante confirmar se a cepa ainda está disponível para a realização do exame. - O laboratório também recebe cepas enviadas de outros laboratórios para esta análise, sendo necessário ter a identificação de gênero e espécie para realização do teste, além da pureza e viabilidade da cepa. Neste teste de susceptibilidade podem ser testados os seguintes antifúngicos: anfotericina B, anidulafungina, caspofungina, fluconazol, itraconazol, micafungina, posaconazol e voriconazol. As drogas testadas podem variar de acordo com o agente isolado, considerando as características de resposta terapêutica de cada antifúngico. - Apesar de somente o fluconazol ser testado na urina de forma rotineira de forma qualitativa, o teste de sensibilidade quantitativo pode ser realizado sempre que o médico pedir a determinação da CIM. - O teste pode ser solicitado juntamente com a cultura para fungos ou, então, ser incluído no prazo máximo de dez dias após o isolamento da cepa no laboratório. Neste último caso, é importante confirmar se a cepa ainda está disponível para a realização do exame. - O laboratório também recebe cepas enviadas de outros laboratórios para esta análise, sendo necessário ter a identificação de gênero e espécie para realização do teste, além da pureza e viabilidade da cepa.

Cobertura de convênios

Para informações sobre cobertura de convênio, consulte nossa página de Convênios ou ligue para nossa Central de Atendimento pelo telefone: (21) 2266-8989

Preços e Pagamento Particular

A Clínica Felippe Mattoso oferece parcelamento em até 10x sem juros (parcela mínima de R$ 50,00).

Não possui cadastro? Cadastre-se já!

Entre em contato com a nossa Central de Atendimento e agende seu exame: 

(21) 2266-8989