Cariótipo, com banda G, sangue periférico

Outros nomes:

CARIOGRAMA EM SANGUE PERIFERICO

CARIOTIPAGEM EM SANGUE PERIFERICO

CARIOTIPO C/BANDA G EM SANGUE PERIFERICO

Cariótipo, com banda G em sangue periférico

Citogenética para Cariótipo com banda G

Cariótipo para retardo mental

Cariótipo para síndrome de Down

Cariótipo para síndrome de Turner

Cariótipo para síndrome de Klinefelter

Cariótipo para síndrome de Patau

Cariótipo para síndrome de Edwards

Cariótipo para atraso de crescimento

Cariótipo para ginecomastia

Cariótipo para genitália ambígua

Cariótipo para infertilidade

CARIOTIPO DE LEUCOCITOS EM BANDA G, SANGUE PERIFERICO

Orientações necessárias

- Critério de realização - Este exame é realizado somente com solicitação médica. - Exame realizado em sangue periférico. - Pode ser coletado de segunda a domingo, inclusive feriados. - Padrão de resolução de bandas – 400-550.

Processamento e adequação da amostra

Orientação: - É IMPRESCINDÍVEL enviar uma cópia da solicitação médica juntamente com o questionário (disponível no site do laboratório), previamente preenchido pelo cliente, com dados importantes para a realização do exame (histórico e hipótese diagnóstico do cliente). Esses documentos (receita médica e questionário) deverão ser encaminhados juntamente com a amostra - Esse exame não necessita de preparo. - Exame realizado em sangue periférico. - Consultar as orientações e instruções de coleta, disponível no site Fleury/Laboratório de - - Referência/Instruções e Questionários. - Padrão de resolução de bandas – 400-550. Processamento e adequação da amostra: - Colher sangue periférico em 1 tubo com anticoagulante heparina sódica. . Adultos: colher em um tubo de 9 mL . Crianças: colher em um tubo de 4 mL ATENÇÃO: Não aceitável em tubo de heparina lítica. Quando colhida a amostra em tubo de heparina sódica livre de metal, será aceita sob condição. - Enviar no próprio tubo de coleta, até 24 horas após a coleta, refrigerado (não colocar em contato direto com o gelo). - É possível enviar na seringa heparinizada, mas, sem a agulha, ou seja, com uma tampa específica para seringas. Informar a data da coleta da amostra para a realização do exame. Estabilidade da amostra: Temperatura ambiente: não aceitável; Refrigerada (2-8 ºC): 24 horas; Congelada (-20 ºC): não aceitável.

Método

O cariótipo em sangue periférico consiste na análise dos cromossomos de linfócitos após cultura de 72 horas com fitohemaglutinina e bloqueados na metáfase (Técnica de Moorhead modificada). Em seguida, são corados pelo método de coloração para banda G, para a realização do pareamento dos cromossomos permitindo a identificação de alterações numéricas e/ou estruturais.

Valor de referência

- Sexo feminino = 46,XX - Sexo masculino = 46,XY

Interpretação e comentários

- O cariótipo por banda G destina-se à identificação dos cromossomos e de suas diferentes regiões, tendo por base sua morfologia e tamanho e a presença de bandas, que são características de cada par, permitindo a detecção de aberrações numéricas e/ou estruturais, equilibradas ou não equilibradas. - O exame está principalmente indicado para o estudo de malformações, atraso de desenvolvimento sexual, atraso de desenvolvimento neuropsicomotor, retardo mental, déficit intelectual, infertilidade, abortamentos de repetição, entre outras situações.

Cobertura de convênios

Para informações sobre cobertura de convênio, consulte nossa página de Convênios ou ligue para nossa Central de Atendimento pelo telefone: (21) 2266-8989

Preços e Pagamento Particular

A Clínica Felippe Mattoso oferece parcelamento em até 10x sem juros (parcela mínima de R$ 50,00).

Não possui cadastro? Cadastre-se já!

Entre em contato com a nossa Central de Atendimento e agende seu exame: 

(21) 2266-8989