Citomegalovírus, Anticorpos IgG e IgM, líquor

Outros nomes:

CMV no liquor

Cytomegalovírus no liquor

Anticorpos para Citomegalovírus no liquor

Orientações necessárias

- Não há necessidade de preparo para a realização deste exame. I - Material - O teste é feito em liquor colhido no Fleury ou enviado. II - Para coletas no Fleury - Esta dosagem complementa o exame de líquido cefalorraquidiano (LCR), sendo necessário, portanto, o agendamento prévio de um exame de liquor completo. III - Para materiais enviados - Amostras não colhidas no Fleury devem ser entregues refrigeradas, em tubo cônico de plástico estéril, contendo um mínimo de 1,0 mL de liquor.

Processamento e adequação da amostra

- Enviar a amostra em 1 tubo seco estéril a seção LARI, refrigerado; - Volume ideal 1 ml; - Volume mínimo de 0,5 mL. Estabilidade da amostra: Temperatura ambiente: 7 dias; Refrigerada (2-8 ºC): 14 dias; Congelada (-20 ºC): 30 dias.

Método

- Ensaio imunoezimático

Valor de referência

- IgG: -- não detectável: inferior a 0,80; -- indeterminado: de 0,80 a 0,99; -- anticorpo detectado: superior ou igual a 1,00. - IgM: -- não detectável: inferior a 0,90; -- indeterminado: de 0,90 a 1,09; -- anticorpo detectado: superior ou igual a 1,10.

Interpretação e comentários

- O citomegalovírus (CMV) pode causar infecção no sistema nervoso central, que se apresenta como meningite ou meningoencefalite, especialmente em indivíduos imunossuprimidos. O diagnóstico dessas condições por meio da pesquisa de anticorpos baseia-se na demonstração de produção intratecal de imunoglobulinas específicas. - Contudo, resultados negativos não excluem o diagnóstico, uma vez que os títulos dos anticorpos produzidos são usualmente baixos. Da mesma forma, a interpretação da positividade pode ser dificultada pela presença de anticorpos provenientes do sangue por transferência passiva ou pela ocorrência de acidentes de punção, o que implica a necessidade de considerar a relação liquor/soro de anticorpos detectados para o agente em investigação. Já a produção intratecal de anticorpos da classe IgM raramente ocorre nas reativações, que representam a maioria dos casos em imunossuprimidos. - A pesquisa do DNA do CMV por PCR no liquor tem se mostrado mais sensível e específica para esse diagnóstico.

Cobertura de convênios

Para informações sobre cobertura de convênio, consulte nossa página de Convênios ou ligue para nossa Central de Atendimento pelo telefone: (21) 2266-8989

Preços e Pagamento Particular

A Clínica Felippe Mattoso oferece parcelamento em até 10x sem juros (parcela mínima de R$ 50,00).

Não possui cadastro? Cadastre-se já!

Entre em contato com a nossa Central de Atendimento e agende seu exame: 

(21) 2266-8989