Componente molecular, Albumina sérica do cão Can f 3, soro

Outros nomes:

componente molecular albumina sérica - (cão)

componente molecular albumina sérica - Canis familiaris (cão)

Orientações necessárias

- Não é necessário preparo para este exame.

Processamento e adequação da amostra

- Aguardar 30 minutos; - Centrifugar a 2200 g por 10 minutos a 18ºC; - Não aliquotar; - Enviar à seção, em temperatura ambiente; - Volume ideal: 1,5 mL.

Método

- Fluorenzimoimunométrico

Valor de referência

Inferior a 0,35 kU/l - CLASSE 0: < 0,35 kU/l : INDETECTÁVEL - CLASSE 1: > ou igual 0,35 e < 0,7 : BAIXO - CLASSE 2: > ou igual 0,7 e < 3,5 : MODERADO - CLASSE 3: > ou igual 3,5 e < 17,5 : ALTO - CLASSE 4: > ou igual 17,5 e < 50 : MUITO ALTO - CLASSE 5

Interpretação e comentários

Esse componente é uma albumina e é considerado alérgeno menor, com pouca relevância clínica. Associado a reatividade cruzada com albuminas séricas de outras espécies (gato, cavalo).

Cobertura de convênios

Para informações sobre cobertura de convênio, consulte nossa página de Convênios ou ligue para nossa Central de Atendimento pelo telefone: (21) 2266-8989

Preços e Pagamento Particular

A Clínica Felippe Mattoso oferece parcelamento em até 10x sem juros (parcela mínima de R$ 50,00).

Não possui cadastro? Cadastre-se já!

Entre em contato com a nossa Central de Atendimento e agende seu exame: 

(21) 2266-8989