Coxiella burnetii, Anticorpos, soro

Outros nomes:

COXIELA BURNETTI, SOROLOGIA PARA

COXIELLA BURNETII (FEBRE Q), ANTICORPOS, SORO

COXIELLA BURNETII, FEBRE Q, ANTICORPOS ANTI

Febre Q, anticorpos IgG e IgM, soro

Febre Q, Sorologia para

Coxiella burnetii, Anticorpos IgG e IgM, soro

Orientações necessárias

- É necessário trazer documento de identidade (RG).

Processamento e adequação da amostra

- Receber a amostra em embalagem REF e mantê-la nesta condição até a manipulação. - Aguardar 30 minutos; - Centrifugar a 2739 g por 10 minutos a 18 ºC; - Aliquotar 1 mL de soro em tubo de alíquota padrão frasco plástico padrão (volume mínimo 0,5 mL); Estabilidade da amostra: Temperatura ambiente: Não aceitável; Refrigerada (2-8 ºC): 7 dias; Congelada (-20 ºC): 7 dias.

Método

- Imunofluorescência indireta.

Valor de referência

IgG, Fase I: Inferior a 1/16 IgG, Fase II: Inferior a 1/16 IgM, Fase I: Inferior a 1/16 IgM, Fase II: Inferior a 1/16

Interpretação e comentários

- O exame é útil para o diagnóstico da febre Q, uma infecção, rickettsiose, causada pela Coxiella burnetti. - A doença cursa mais freqüentemente com manifestações respiratórias, mas pode causar endocardite e hepatite. - O diagnóstico laboratorial é dado pela elevação de títulos em duas amostras pareadas e colhidas com intervalo de duas semanas.

Cobertura de convênios

Para informações sobre cobertura de convênio, consulte nossa página de Convênios ou ligue para nossa Central de Atendimento pelo telefone: (21) 2266-8989

Preços e Pagamento Particular

A Clínica Felippe Mattoso oferece parcelamento em até 10x sem juros (parcela mínima de R$ 50,00).

Não possui cadastro? Cadastre-se já!

Entre em contato com a nossa Central de Atendimento e agende seu exame: 

(21) 2266-8989