Drogas de Abuso, cabelo

Outros nomes:

DROGAS DE ABUSO NO CABELO

DETECÇAO DE DROGAS DE ABUSO EM MATERIAL CAPILAR

DETECCAO, EM CABELOS, DE DROGA DE ABUSO

Orientações necessárias

- O Fleury não aceita amostras que não tenham sido colhidas em suas unidades. - Antes da coleta, o cliente não pode passar gel, mousse nem outros tipos de fixador no cabelo. Se a coleta for realizada em pelos, não utilizar cremes óleos e desodorantes. - Este exame não é válido para renovação da Carteira Nacional de Habilitação (CNH). - É necessário apresentar documento de identidade (RG). .

Método

Radio Imunoensaio, com confirmação por espectrometria de massa.

Valor de referência

- Ausência da droga pesquisada.

Interpretação e comentários

- Este exame fornece um histórico do consumo de drogas de abuso, tais como cocaína, opiáceos (morfina e codeína), anfetaminas e metanfetaminas, benzodiazepínicos e cannabis (maconha). - O cabelo cresce, em média, um centímetro por mês bem como os pelos corporais, estes, porém numa velocidade menor (aproximadamente de um terço a metade da velocidade de crescimento do cabelo). Os cabelos demoram de 5 a 6 dias para emergirem do bulbo e estarem acessíveis para análise. Durante o crescimento, os cabelos e os pelos incorporam, em sua matriz, drogas e medicamentos que porventura estejam presentes na circulação sanguínea. Esta incorporação também pode ocorrer pela transpiração e oleosidade da pele. A maior parte das substâncias químicas empregadas de forma abusiva é depurada do sangue em poucas horas e na urina esta depuração ocorre em dois ou três dias. Dessa forma, o consumo intermitente de drogas como a cocaína e a heroína pode não ser detectado quando a pesquisa é feita no sangue ou na urina, pelo fato de a janela de detecção destas substâncias ser curta tanto no sangue como na urina. Porém o contrário ocorre no cabelo onde temos uma larga (prolongada) janela de detecção. Por se tratar de uma substância lipossolúvel, apenas a cannabis tende a ser excretada por tempo mais prolongado na urina. - No cabelo, a análise pode ser realizada em segmento proximal de 1 a 3 cm de comprimento, o que equivale ao histórico de consumo de 1 a 3 meses, cabelos mais longos permitem um maior período de detecção. É realizada a pesquisa das seguintes drogas: - Cocaína e derivados, incluindo Crack e Merla. - Anfetaminas, distinguindo o consumo como droga do consumo terapêutico. - Anfetaminas detectáveis (Mazindol - Absten plus, Fagolipo, Moderamin, Lipase, Diazinil, Dobesin, Dasten); (Fenoproporex - Desobi-m, Lipomas ap., Inobestin); (Anfepramona -Inibex - Cloridrato de Anfepramona); Hipofagin; (Dualid - Cloridrato de Anfepramona); ("rebite"). - Metanfetaminas (speed, ice, Pervitin, etc). - Ecstasy (MDMA), (MDA). - Ecstasy (EVE - MDE) - nomes comerciais: Happy, super Ecstasy. - Maconha e derivados. - Opiáceos, incluindo codeína, morfina e heroína. - Benzodiazepínicos (Valium; Diazepam e Xanax: Alprazolam). - O uso de descolorantes e o contato externo do cabelo com drogas de abuso não interferem no resultado. Apenas quando a droga circulou na corrente sanguínea em algum momento é que o teste a detecta.

Processamento e adequação da amostra

- Enviar o formulário com o material coletado para o LARI/LARN.

Cobertura de convênios

Para informações sobre cobertura de convênio, consulte nossa página de Convênios ou ligue para nossa Central de Atendimento pelo telefone: (21) 2266-8989

Preços e Pagamento Particular

A Clínica Felippe Mattoso oferece parcelamento em até 10x sem juros (parcela mínima de R$ 50,00).

Não possui cadastro? Cadastre-se já!

Entre em contato com a nossa Central de Atendimento e agende seu exame: 

(21) 2266-8989