Fosfatidiletanolamina, Painel de Anticorpos IgA, IgG e IgM, soro

Outros nomes:

Anticorpos Anti-Fosfatidiletanolamina

Orientações necessárias

- É necessário trazer documento de identidade (RG).

Processamento e adequação da amostra

- Receber a amostra em embalagem REF e mantê-la nesta condição até a manipulação. - Aguardar 30 minutos - Centrifugar a 2739 g por 10 minutos a 18 ºC - Aliquotar 1,0 mL de soro em tubo de alíquota padrão (volume mínimo: 0,5 mL) Estabilidade da amostra: Temperatura ambiente: não aceitável Refrigerada (2-8 ºC): 14 dias Congelada (-20 ºC): 60 dias

Método

- Imunoensaio

Valor de referência

IgG: Inferior a 10 U/mL IgM: Inferior a 10 U/mL IgA: Inferior a 10 U/mL

Interpretação e comentários

- Os autoanticorpos antifosfatidiletanolamina pertencem à classe dos anticorpos antifosfolípides. O contexto clínico é o da síndrome do anticorpo antifosfolípide (SAF), que se traduz basicamente por episódios tromboembólicos de repetição e perdas fetais recorrentes. Podem também estar associados a plaquetopenia, anemia hemolítica e raros casos de hepatite fulminante. A maioria dos portadores dessa síndrome apresenta anticorpos anticardiolipina, anti-ß2 glicoproteína e/ou anticoagulante lúpico. Esses são os autoanticorpos recomendados pelo consenso de SAF para diagnóstico da doença. A pesquisa de anticorpos antifosfatidiletanolamina pode ser positiva em raros casos negativos para os demais anticorpos antifosfolípides.

Cobertura de convênios

Para informações sobre cobertura de convênio, consulte nossa página de Convênios ou ligue para nossa Central de Atendimento pelo telefone: (21) 2266-8989

Preços e Pagamento Particular

A Clínica Felippe Mattoso oferece parcelamento em até 10x sem juros (parcela mínima de R$ 50,00).

Não possui cadastro? Cadastre-se já!

Entre em contato com a nossa Central de Atendimento e agende seu exame: 

(21) 2266-8989