Fósforo, soro

Outros nomes:

ACIDOSE TUBULAR RENAL, FOSFORO

DIABETES, CETOACIDOSE, FOSFORO

FANCONI, SINDROME, FOSFORO

FOSFATO

FOSFATO INORGANICO TOTAL

Fósforo

FOSFORO INORGANICO

HIPERPARATIROIDISMO, FOSFORO

METASTASE OSSEA, FOSFORO

MIELOMA MULTIPLO, FOSFORO

P INORGANICO

PO4

Orientações necessárias

- Em lactentes, a coleta deve ser feita antes da próxima mamada.

Processamento e adequação da amostra

- Aguardar 30 minutos; - Centrifugar a 2200 g por 10 minutos a 18 ºC; - Não aliquotar; - Soro (volume ideal: 1,0 mL; volume mínimo: 0,5 mL); - Enviar à seção, em temperatura ambiente. Estabilidade da amostra: Temperatura ambiente: 7 dias; Refrigerada (2-8 ºC): 15 dias; Congelada (-20 ºC): 1 ano.

Método

- Fotométrico, com leitura em faixa de ultra-violeta.

Valor de referência

0 - 10 dias : 4,5 a 9,0 mg/dL 11 dias a 2 anos : 4,5 a 6,7 mg/dL 3 a 12 anos : 4,5 a 5,5 mg/dL Acima de 13 anos e adultos: 2,5 a 4,5 mg/dL

Interpretação e comentários

- O teste tem utilidade no diagnóstico das hiperfosfatemias - observadas em indivíduos com mieloma múltiplo, metástases ósseas, insuficiência renal crônica, hipoparatiroidismo e cetoacidose diabética - e das hipofosfatemias - presentes em condições e doenças como hiperparatiroidismo, síndrome de Fanconi, alcoolismo agudo, síndrome de má absorção, deficiência de vitamina D e acidose tubular renal.

Cobertura de convênios

Para informações sobre cobertura de convênio, consulte nossa página de Convênios ou ligue para nossa Central de Atendimento pelo telefone: (21) 2266-8989

Preços e Pagamento Particular

A Clínica Felippe Mattoso oferece parcelamento em até 10x sem juros (parcela mínima de R$ 50,00).

Não possui cadastro? Cadastre-se já!

Entre em contato com a nossa Central de Atendimento e agende seu exame: 

(21) 2266-8989