Francisella tularensis, Anticorpos, soro

Outros nomes:

ANTICORPOS ANTI-FRANCISELLA TULARENSIS (TULAREMIA)

FRANCISELLA TULARENSIS, TULAREMIA, ANTICORPOS ANTI

TULAREMIA, SOROLOGIA

Francisella tularensis, Anticorpos

Orientações necessárias

- É necessário trazer documento de identidade (RG).

Processamento e adequação da amostra

- Receber a amostra em embalagem REF e mantê-la nesta condição até a manipulação. - Aguardar 30 minutos, - Centrifugar a 2200 g por 10 minutos a 18 °C, - Aliquotar 1 mL de soro em tubo de alíquota padrão (vacuette). - Refrigerar a 2-8 °C.

Método

- Aglutinação.

Valor de referência

Inferior a 1/20

Interpretação e comentários

- A tularemia é causada pela bactéria Francisella tularensis e se manifesta com várias apresentações clínicas: forma tifóidea, ulceroglandular, glandular e pneumônica, além de outras ainda menos comuns. Em geral, de 50% a 70% dos indivíduos infectados têm reação sorológica positiva na segunda semana da doença. Títulos iguais ou superiores a 1:160 são sugestivos de tularemia e, nestes casos, recomenda-se a coleta de duas amostras para observar sua elevação. Já foi descrita reação cruzada com brucelose.

Cobertura de convênios

Para informações sobre cobertura de convênio, consulte nossa página de Convênios ou ligue para nossa Central de Atendimento pelo telefone: (21) 2266-8989

Preços e Pagamento Particular

A Clínica Felippe Mattoso oferece parcelamento em até 10x sem juros (parcela mínima de R$ 50,00).

Não possui cadastro? Cadastre-se já!

Entre em contato com a nossa Central de Atendimento e agende seu exame: 

(21) 2266-8989