Helicobacter pylori, pesquisa de antígenos, fezes

Outros nomes:

Antígeno do H. pylori nas fezes

H. pylori nas fezes

Método não invasivo para pesquisa de H. pylori

PESQUISA DE HELICOBACTER PYLORI, FEZES

PESQUISA DE H PYLORI, FEZES

PESQUISA DE ANTIGENO DE H PYLORI, FEZES

HELICOBACTER PYLORI NAS FEZES

Processamento e adequação da amostra

- Peso mínimo = 5 g; - Enviar o material Refrigerado, o mais rápido possível para a seção; - Em caso de material coletado em saquinho coletor, enviar Refrigerado a amostra. Estabilidade da amostra: Temperatura ambiente: Não aceitar Refrigerada (2-8 ºC): 72 horas; Congelada (-20 ºC): 7 dias.

Orientações necessárias

- O cliente deve colher as fezes sem uso de laxante e/ou supositório. - O material deve ser colocado em frasco sem conservante e entregue refrigerado (de 2º a 8ºC) em até 48 horas. - A amostra não pode ser contaminada com urina nem colhida do vaso sanitário. - O cliente não deve usar pomadas na região anal nas 24 horas que antecedem a coleta. - Para realizar o exame em crianças que usam fralda, recomenda-se colher as amostras por meio de saquinhos "coletores de urina". O material pode ser entregue no próprio saquinho. - O cliente não pode ter usado antibiótico via oral nos últimos 30 dias antes de coleta, bem como inibidor de bomba de prótons (omeprazol, pantoprazol, lanzoprazol, etc.) ou composto de bismuto (bisogel, magnésia bisurada, etc.) nos últimos 15 dias. - Em caso de o cliente ter utilizado contraste radiológico por via oral, a coleta de fezes deve ser realizada com um intervalo de 72 horas do uso dessas substâncias. - Caso o cliente tenha realizado colonoscopia, a coleta de fezes tem de ser feita pelo menos sete dias após o procedimento.

Interpretação e comentários

- O H. pylori infecta mais de metade da população mundial e está associado à úlcera gástrica e à gastrite crônica. Existe ainda evidência do seu papel na etiologia do câncer gástrico e do câncer associado ao tecido linfoide. - Os métodos de diagnóstico de infecção por esse agente são classificados em invasivos (avaliação anatomopatológica, teste da urease e cultura do fragmento de biópsia obtido por endoscopia digestiva alta) e não invasivos (teste respiratório da urease, sorologia e pesquisa do antígeno nas fezes). - Os vários testes propostos para diagnóstico e controle de cura do H. pylori têm vantagens e desvantagens. Atualmente, não existe um exame estabelecido como padrão-ouro para fornecer um diagnóstico definitivo da infecção pela bactéria. - A pesquisa de antígeno nas fezes é um método rápido, simples e não invasivo que, atualmente, é recomendado pelas Sociedades Europeia e Japonesa, por guidelines, como ferramenta útil tanto no diagnóstico como no controle da erradicação da infecção por H. pylori.

Método

- Método imunocromatografico.

Valor de referência

- Negativo.

Cobertura de convênios

Para informações sobre cobertura de convênio, consulte nossa página de Convênios ou ligue para nossa Central de Atendimento pelo telefone: (21) 2266-8989

Preços e Pagamento Particular

A Clínica Felippe Mattoso oferece parcelamento em até 10x sem juros (parcela mínima de R$ 50,00).

Não possui cadastro? Cadastre-se já!

Entre em contato com a nossa Central de Atendimento e agende seu exame: 

(21) 2266-8989