HLA para Hipersensibilidade ao Abacavir, Vários Materiais

Outros nomes:

GENOTIPAGEM DE HLA B5701 PARA HIPERSENSIBILIDADE AO ABACAVIR

HLA B5701, GENOTIPAGEM POR PCR

Orientações necessárias

- Este exame não necessita de preparo e é realizado somente com solicitação médica. - Cliente com idade inferior a 16 anos, necessário estar acompanhado de um responsável adulto no dia do exame.

Processamento e adequação da amostra

- Não manusear; - Enviar ao setor LARI-LARN, refrigeradas e questionários. Setor LARI-LARN: - Enviar as amostras refrigeradas para Laboratório de Referência Nacional (IGEN - Instituto de Imunogenética) , com pedido de HLABALTA com a seguinte observação: "este exame não tem fins de transplante". Estabilidade da amostra: Temperatura ambiente: 24 horas; Refrigerada (2-8 ºC): 7 dias; Congelada (-20 ºC): não aceitável.

Método

- PCR-SBT (amplificação por PCR e tipificação por seqüenciamento).

Valor de referência

-Descritivo

Interpretação e comentários

O abacavir é um agente antiretroviral utilizado para o tratamento da AIDS. É um análogo de nucleosídeo e tem ação inibidora sobre a transcriptase reversa do HIV tipo 1. Cerca de 5% a 8% dos pacientes utilizando este medicamento apresentam uma reação de hipersensibilidade de base imunológica. Trata-se de um quadro febril com erupção maculo-papular e envolvimento de múltiplos órgãos, frequentemente com gravidade e mortalidade consideráveis. É mais comum em indivíduos de origem caucasoide e hispãnica, e menos comum em afro-descendentes. Existe associação entre a hipersensibilidade ao abacavir e a presença do alelo HLA-*B5701. Interessantemente, foi demonstrado que o abacavir liga-se com alta afinidade a este alelo e é capaz de estimular células T citotóxicas. A presença do alelo HLA*B5701 tem valor preditivo negativo de aproximadamente 100% e valor preditivo positivo de aproximadamente 50% para o desenvolvimento de hipersensibilidade ao abacavir. Cerca de 5% a 8% dos pacientes utilizando este medicamento apresentam uma reação de hipersensibilidade de base imunológica. Trata-se de um quadro com envolvimento de múltiplos órgãos, frequentemente com gravidade e mortalidade consideráveis. A presença do alelo HLA*B5701 tem valor preditivo negativo de aproximadamente 100% e valor preditivo positivo de aproximadamente 50% para o desenvolvimento de hipersensibilidade ao abacavir. A determinação do HLA*B5701 pode nos indicar quais pacientes podem e quais não devem receber esta medicação. Este é, portanto, um exemplo aplicado do conceito de Medicina Personalizada, ou Medicina de Precisão.

Cobertura de convênios

Para informações sobre cobertura de convênio, consulte nossa página de Convênios ou ligue para nossa Central de Atendimento pelo telefone: (21) 2266-8989

Preços e Pagamento Particular

A Clínica Felippe Mattoso oferece parcelamento em até 10x sem juros (parcela mínima de R$ 50,00).

Não possui cadastro? Cadastre-se já!

Entre em contato com a nossa Central de Atendimento e agende seu exame: 

(21) 2266-8989