Identificação de fungo em tecido biópsia, por sequenciamento, Vários Materiais

Orientações necessárias

- Este exame é indicado para identificação da etiologia de infecções fúngicas por metodologia de sequenciamento de DNA. - O exame é realizado em fragmentos de tecido/biópsias acondicionados em soro fisiológico estéril.

Processamento e adequação da amostra

- Biópsias/fragmentos de tecidos (não fixados em formol) - fragmento com mínimo de 5x5x5 mm em soro fisiológico estéril. Estabilidade da Amostra: Refrigerada (2 a 8ºC): 72 horas.

Método

Sequenciamento de DNA por método de Sanger

Interpretação e comentários

A incidência de infecções fúngicas invasivas vem aumentando em decorrência do aumento do número e da maior sobrevida de indivíduos imunossuprimidos. Além disso, espécies patogênicas emergentes têm se tornado mais comuns em nosso meio. Especialmente para fungos filamentosos, a identificação morfológica requer procedimentos demorados e de leitura visual, enquanto os métodos automatizados disponíveis não possuem boa acurácia para essa identificação. O sequenciamento genético permite identificação acurada e mais ágil em relação à metodologia tradicionalmente utilizada, além de possibilitar a diferenciação entre espécies, o que tem impacto na instituição precoce e direcionada da terapia antifúngica. O sequenciamento fúngico da região ITS do DNA é indicado para a identificação de fungos filamentosos e leveduras. A sequência obtida é comparada àquelas disponíveis no GenBank e no MycoBank, para maior exatidão na identificação.

Cobertura de convênios

Para informações sobre cobertura de convênio, consulte nossa página de Convênios ou ligue para nossa Central de Atendimento pelo telefone: (21) 2266-8989

Preços e Pagamento Particular

A Clínica Felippe Mattoso oferece parcelamento em até 10x sem juros (parcela mínima de R$ 50,00).

Não possui cadastro? Cadastre-se já!

Entre em contato com a nossa Central de Atendimento e agende seu exame: 

(21) 2266-8989