Lacosamida, soro

Outros nomes:

DOSAGEM DE LACOSAMIDA

LACOSAMIDA NO SANGUE

VIMPAT

LACOTEM

Processamento e adequação da amostra

- Centrifugar em, no MÁXIMO, até 2 horas após a coleta a 2.200 g por 10 minutos a 18 ºC - Aliquotar 0,5 mL de soro em tubo de alíquota padrão - Encaminhar à seção refrigerado Volume mínino: 0,2 mL Estabilidade da amostra: Temperatura ambiente: 1 mês Refrigerada (2-8 ºC): 1 mês Congelada (-20 ºC): 1 mês

Método

Cromatografia líquida acoplada à espectrometria de massas em tandem

Interpretação e comentários

Indicado como terapia adjuvante no tratamento de crises parciais com ou sem generalização secundária em pacientes a partir de 16 anos de idade com epilepsia. O mecanismo de ação preciso pelo qual a lacosamida exerce seu efeito antiepiléptico em humanos ainda precisa ser totalmente elucidado Estudos eletrofisiológicos in vitro mostraram que a lacosamida seletivamente aumenta a inativação lenta de canais de sódio dependentes de voltagem, resultando em estabilização de membranas neuronais hiperexcitáveis. A lacosamida é rapidamente e completamente absorvida após administração oral. A biodisponibilidade oral é aproximadamente 100%. Após a administração oral, a concentração alcança a Cmax em 0,5 a 4 horas após a dose. Os comprimidos de lacosamida e solução oral são bioequivalentes. Alimentos não afetam a taxa e extensão de absorção. A taxa de ligação da lacosamida às proteínas plasmáticas é menos de 15% e 95% da dose é excretada na urina como fármaco e metabólitos. CYP2C9, CYP2C19 e CYP3A4 são os principais responsáveis pela formação do metabólito O-desmetil. Nenhuma diferença foi observada comparando-se sua farmacocinética em metabolizadores rápidos e metabolizadores lentos. Primariamente eliminada da circulação por excreção renal e biotransformação.. A meia-vida de eliminação da substância é aproximadamente 13 horas. A farmacocinética é proporcional à dose e constante ao longo do tempo, com baixa variabilidade intra e interindividual. Seguindo a dose dupla diária, as concentrações plasmáticas no estado de equilíbrio são alcançados após um período de 3 dias Uma dose de ataque de 200 mg aproxima-se às concentrações do estado de equilíbrio comparáveis a uma administração de 100 mg duas vezes ao dia Dados disponíveis sugerem que a lacosamida possui um baixo potencial de interação com outras drogas. Os efeitos adversos mais comumente observados foram sedação, cefaleia, náusea e visão dupla Sinais e sintomas de intoxicação incluem: convulsões (crises tônico-clônicas generalizadas, estado epiléptico) e distúrbios na condução cardíaca.

Valor de referência

Pacientes recebendo doses terapêuticas geralmente apresentam concentrações de 1,0 - 10,0 mcg/mL

Orientações necessárias

- A coleta deve ser feita preferencialmente antes da próxima dose do medicamento. - Coletar amostra com no mínimo 12 horas depois da última dose - Em casos de suspeita de intoxicação, a coleta pode ser feita a qualquer momento.

Cobertura de convênios

Para informações sobre cobertura de convênio, consulte nossa página de Convênios ou ligue para nossa Central de Atendimento pelo telefone: (21) 2266-8989

Preços e Pagamento Particular

A Clínica Felippe Mattoso oferece parcelamento em até 10x sem juros (parcela mínima de R$ 50,00).

Não possui cadastro? Cadastre-se já!

Entre em contato com a nossa Central de Atendimento e agende seu exame: 

(21) 2266-8989