Lipase, soro

Outros nomes:

PANCREAS LIPASE

PANCREATITE LIPASE

Lipase no soro

Processamento e adequação da amostra

- Aguardar 30 minutos; - Centrifugar a 2200 g por 10 minutos a 18 ºC; - Não aliquotar; - Enviar à seção, em temperatura ambiente; - Soro: volume ideal: 1,0 mL; volume mínimo: 0,5 mL.. Estabilidade da amostra Temperatura ambiente: 7 dias; Refrigerada (2-8 ºC): 7 dias; Congelada (-20 ºC): 1 ano.

Método

- Enzimático colorimétrico.

Valor de referência

Inferior a 60 U/L.

Interpretação e comentários

- A lipase é uma enzima digestiva que separa o glicerol dos ácidos graxos, no metabolismo das gorduras. Produzida principalmente pelas células do pâncreas exógeno, essa enzima se encontra elevada nos casos de pancreatite de qualquer etiologia. O fato é que a lipase e a amilase são exames complementares no diagnóstico de pancreatite, uma vez que, nessa situação, a amilase aumenta mais precocemente, enquanto a lipase permanece mais tempo em níveis elevados. Convém ressaltar que a lipase é específica do pâncreas, não aumentando em casos de parotidite simples.

Cobertura de convênios

Para informações sobre cobertura de convênio, consulte nossa página de Convênios ou ligue para nossa Central de Atendimento pelo telefone: (21) 2266-8989

Preços e Pagamento Particular

A Clínica Felippe Mattoso oferece parcelamento em até 10x sem juros (parcela mínima de R$ 50,00).

Não possui cadastro? Cadastre-se já!

Entre em contato com a nossa Central de Atendimento e agende seu exame: 

(21) 2266-8989