Potássio, amostra isolada, urina

Outros nomes:

K na urina, amostra isolada

Potássio na urina em amostra isolada

Potássio em amostra isolada de urina

Orientações necessárias

- Exame realizado em amostra de urina isolada.

Processamento e adequação da amostra

- Aliquotar 4 mL em 1 tubo de vacutainer com capacidade para 4 mL. - Enviar ao Laboratório refrigerado e, se necessário, congelar. Estabilidade da amostra: Temperatura ambiente: 7 dias; Refrigerada (2-8 ºC): 7 dias; Congelada (-20 ºC): 6 meses.

Método

- Potencimétrico.

Valor de referência

Potássio em amostra isolada de urina: Masculino: < 40 anos: 11-80 mEq/L >= 40 anos: 17 - 99 mEq/L Feminino: < 40 anos: 17-145 mEq/L >= 40 anos: 22 - 164 mEq/L Potássio em amostra isolada de urina corrigida pela creatinina: Masculino: 13-116 mEq/g creatinina Feminino: 8 - 129 mEq/g creatinina

Interpretação e comentários

- O teste é útil na avaliação do balanço hidro-eletrolítico e ácido-básico. Sua maior aplicação reside no diagnóstico diferencial das hipocalemias, no sentido de separar as de causa renal daquelas de causa não renal. Na vigência de hipocalemia, uma excreção urinária abaixo a 20 mEq/dia indica que a perda de potássio não é renal, enquanto que excreções superiores a 40 mEq/dia indicam uma causa renal para a hipocalemia. A excreção urinária de potássio varia com a dieta.

Cobertura de convênios

Para informações sobre cobertura de convênio, consulte nossa página de Convênios ou ligue para nossa Central de Atendimento pelo telefone: (21) 2266-8989

Preços e Pagamento Particular

A Clínica Felippe Mattoso oferece parcelamento em até 10x sem juros (parcela mínima de R$ 50,00).

Não possui cadastro? Cadastre-se já!

Entre em contato com a nossa Central de Atendimento e agende seu exame: 

(21) 2266-8989